terça-feira, 25 de setembro de 2012

#Resenha: Divergente

DivergenteTítulo original: Divergent
Autora: Veronica Roth
Editora brasileira: Rocco
Páginas: 504
Preço: R$39,50
Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Uma distopia única, repleta de ação, romance e surpresas! Bem-vindos ao mundo de Divergente! Como dito na sinopse, o livro trata-se de uma Chicago do futuro que é dividida em cinco facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. Beatrice (que passa a ser conhecida como Tris, mais tarde) Prior é nativa de Abnegação, facção que prega o altruísmo, ou seja, pensar sempre no próximo e nunca em si mesmo. Ao completar 16 anos, todos os jovens da cidade são submetidos ao Teste de Aptidão, que vai apontar para qual facção a pessoa tem aptidão e ajudá-la a decidir em qual facção entrar no dia da Cerimônia de Escolha, quando cada jovem decide em qual facção vai ficar (se vai permanecer na mesma ou se vai para uma outra facção) para o resto de sua vida. Ao fazer o teste, Tris descobre ser Divergente, isto é, tem aptidão para mais de uma facção. Mas ser Divergente não é só isso, os Divergentes têm habilidades especiais como as de burlar as simulações que são submetidos a maioria dos "iniciantes" nas facções, pelo menos na Audácia (ou Dauntless), onde, para testar a bravura de seus iniciantes, colocam cada um dentro de simulações onde seus principais medos são reproduzidos e eles têm que lutar contra esses medos. Além disso, os Divergentes possuem a habilidade de anular alguns controles mentais, o que vai ser um fator determinante na trama.

domingo, 23 de setembro de 2012

#Resenha: A Esperança

Título original: Mockingjay
Autora: Suzanne Collins
Editora brasileira: Rocco
Páginas: 424
Preço: R$39,50
Sinopse:  Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais de lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? Acompanhe Katniss até o fim do thriller, numa jornada ao lado mais obscuro da alma humana, em uma luta contra a opressão e a favor da esperança.

Último livro da trilogia Jogos Vorazes, poderia ter sido melhor. Bem como muitos dos meus companheiros de leitura, eu tinha grandes expectativas para esse desfecho da aventura de Katniss Everdeen. Se você espera de "A Esperança" muita ação, acho bom você reduzir essas expectativas. Tem ação? Com certeza, mas ocorre mais para o final do livro e as que vêm antes são "sem sal", sem graça. Assim como Em Chamas, tem muita conversa, mas, pelo menos, é uma conversa com sentido.

domingo, 2 de setembro de 2012

#News: 1ª parceria do blog!! Gabrielle Venâncio e o lançamento de "Angellore – A Divina Conspiração"!

Hey buddies! 
Hoje, trago a ótima notícia de que a primeira parceria do blog foi fechada! :D


Gabrielle Venâncio é uma das mais novas autoras brasileiras e trás, atualmente, a misteriosa e sombria história de Angellore.


A obra
Título: Angellore – A Divina Conspiração
Subtítulo: Sussurro Noturno/Volume I
Autora: Gabrielle Venâncio Ruas
Editora: Modo Editora Tradicional (www.modoeditora.com.br)
Número de Páginas: 262
Sinopse: Olívia Giacomelli é uma investigadora de polícia especializada em complexos casos de assassinato. Competente, ela sempre conseguira resolver com êxito cada um deles, nunca encerrando um crime sem solucioná-lo. No entanto, uma sequência de mortes misteriosas vinha ocorrendo desde 2007 sem que o assassino deixasse rastro. Sophie, uma jovem universitária perseguida por sombras sinistras, tenta superar a ausência da família que morrera num terrível acidente de carro no reveillon de 2008. Em busca por respostas, os caminhos de Sophie e Olívia se cruzam e ambas irão se deparar com uma realidade aterradora. Elas se veem em meio a uma batalha invisível que desde sempre era travada por seres imortais: os Angellores. Agora, elas estão num terreno obscuro e assustador, precisarão se arriscar para descobrir a verdade que mudará suas vidas para sempre.

sábado, 1 de setembro de 2012

#Resenha: Em Chamas

Título original: Catching Fire
Autora: Suzanne Collins
Editora brasileira: Rocco
Páginas: 413
Preço: R$ 39,50
Sinopse: Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.


Atenção: a resenha abaixo pode conter spoilers!
O segundo livro da trilogia de Jogos Vorazes, Em Chamas é o meu preferido. Nesse livro, Katniss, vencedora da 74ª edição dos Jogos Vorazes que desafiou a Capital ao fazer com que eles aceitassem dois vencedores (ela e Peeta, no caso), vai se adaptar à sua nova vida de campeã-fora-da-lei. Mesmo com os prazeres de campeã dos Jogos Vorazes, Katniss sofre com a perseguição pela Capital, que fica mais explícita e perigosa com o anúncio prévio do Massacre Quaternário (um evento que ocorre a cada 25 anos que trás uma "surpresa" para aquela edição dos Jogos). Na 75ª edição é determinado que os tributos serão decididos a partir do rol de vencedores vivos dos Jogos Vorazes o que acaba levando-a diretamente para os Jogos, novamente.